Categoria: Windows Server 2016 Essentials

Artigos relacionados ao Windows Server 2016 Essentials.

Execute e instale o Windows Admin Center no Windows Server Core

Olá pessoal, tudo bem?

O Windows Admin Center é um aplicativo baseado em navegador implantado localmente para gerenciar servidores, clusters, infraestrutura hiperconvergente e PCs com Windows 10. Se você já se perguntou se o Windows Admin Center (WAC) é executado no Windows Server Core, a resposta é sim. Execute e instale o Windows Admin Center no Windows Server Core, basta copiar o instalador do MSI para o Windows Server ou fazer o download diretamente. Se você estiver executando o Windows Server em uma máquina virtual Hyper-V, use o PowerShell Direct que será muito útil para copiar arquivos usando o VMBus do host Hyper-V para a máquina virtual. Outra formar de copiar a instalação MSI e usando o compartilhamento SMB.

Vamos demostrar os dois passos para copiar a instalação do Windows Admin Center para dentro da versão server core e sua instalação.

Esta versão que vou utilizar e o Hyper-V Server 2019 com FOD instalado. Se você não sabe o que é o FOD instalado, acesse aqui o meu artigo no portal Cooperati e saiba como utilizar esse recurso bacana, presente no Windows Server 2019.

Primeiro baixe o Windows Admin Center (WAC) aqui.

 

Copiar o arquivo de instalação do Windows Admin Center no Windows Server Core utilizando o PowerShell Direct e executar a instalação.

Se você não conhece o Powershell Direct, recomendo você ler a documentação aqui.

Observação: Lembre-se o Windows Admin Center só por ser instalado no Windows 10 e Windows Server 2016 ou posterior.

 

Primeiro uma breve demonstração que estamos executando o Hyper-V Server 2019 em um host de Hyper-V Windows 10 Pro. Mas em seu ambiente poderia ser um Windows Server 2019 como host de Hyper-V executando VMs com o sistema operacional Windows Server 1903, por exemplo.

 

1.  Agora execute o seguinte comando demostrado abaixo no Powershell. Este comando vai criar uma sessão interativa entre o host de Hyper-V (Windows 10 Pro) e a máquina virtual (Hyper-V Server 2019). Entre com o nome da máquina virtual (VM) e usuário e senha de acesso a VM.

Explicação do comando:

$s = New-PSSession – Nova sessão.

-VMName HY2019 – Nome da VM, neste exemplo é HY2019.

-Credential – Credencial para acesso a máquina virtual.

 

 

 

2. Agora vamos copiar a instalação .MSI do Windows Admin Center para dentro da máquina virtual.

Explicação do comando:

Copy-Item -ToSession $s – Copie o item para sessão.

-Path – Origem do arquivo, exemplo: C:\Transferência de arquivos\WindowsAdminCenterPreview1908.msi (Host de Hyper-V).

-Destination – Destino máquina virtual (VM), exemplo: C:.

 

Agora vamos fazer a verificação se realmente a instalação do Windows Admin Center foi copiada corretamente para dentro da máquina virtual (VM). Para isso basta acessar a VM e verificar se arquivo foi copiado corretamente.

 

 

3. Agora vamos executar a instalação do Windows Admin Center. Para isso execute o arquivo de instalação. Procedimento bem simples.

Instalação

 

Agora vamos demostrar como copiar a arquivo de instalação usando o compartilhamento SMB.

Observação: O procedimento de instalação do Windows Admin não será demostrado nesta etapa, pois se trata de um processo bem simples e já foi demostrado na etapa anterior.

 

1. Para poder enviar a instalação utilizando o SMB, primeiro devemos instalar a função de File Services na máquina virtual (VM) ou no seu servidor.

 

2. Agora para ter acesso ao disco da máquina virtual (VM) e bem simples, basta acessar usando o \\hostname\C$ que teremos acesso a unidade C:\ da máquina virtual, depois disso e só copiar e color a instalação do Windows Admin Center para dentro da máquina virtual e seguir com a instalação normalmente, executando diretamente no servidor, como demostrado anteriormente.

 

Após a conclusão da instalação, você poderá acessar remotamente o portal da Web do Windows Admin Center da sua estação de trabalho.

Agora temos um bônus para você, agora já podemos acessar o Windows Admin Center direto no seu Windows Server Core, no entanto, se você deve instalar o novo Microsoft Edge Insider Preview, que também executa no Windows Server Core. Você pode acessar o console da sua máquina local. Não faça isso na produção, mas é ótimo se você estiver executando demos ou precisar solucionar problemas da instalação.

Primeiro baixe aqui o Microsoft Edge Insider Preview.

Depois basta transferir para máquina virtual (VM) utilizando os dois métodos demostrados aqui e efetuar a instalação do Microsoft Edge Insider Preview.

 

 

Você pode acessar o Windows Admin Center de duas formas, ou através de um navegador de outro computador, ou diretamente no Windows Server Core, pois o Microsoft Edge Insider Preview estar instalado.

Em nosso exemplo o endereço que deve ser acessado é: https://hy2019.contoso.local

 

Inscreva-se no meu canal do Youtube também, já chegamos a marca de 949 inscritos!

Mais uma vez o meu muito obrigado!

Comment

Gerenciamento Remoto do Windows por GPO

Olá pessoal, tudo bem?

Primeiramente gostaria de informar que este artigo é muito importante, pois ele será um pré-requisito de outros artigos que virão.

O Gerenciamento Remoto do Windows (Windows Remote Management) é um recurso bastante poderoso na administração remota do Windows. A partir do Windows Server 2012 ou superior, ele vem habilitado por padrão, mas em sistemas operacionais clientes, como Windows 7, Windows 8 e Windows 10 ele vem desabilitado por padrão.

Vantagens ao habilitar o Gerenciamento Remoto do Windows (Windows Remote Management)

São muitas as vantagens ao habilitar o Gerenciamento Remoto do Windows (Windows Remote Management). Podemos fazer coisas impressionantes, como reiniciar todos os computadores clientes, coletar diversas informações dos computadores, enfim as possibilidades são infinitas, cabe a você decidir o que deseja fazer.

 

Vamos ao passo a passo.

 

1. No seu controlador de domínio abra o Gerenciado de Política de Grupo (Group Policy Object), usando o comando gpmc.msc em Executar.

 

2. Em Gerenciado de Política de Grupo (Group Policy Object) crie uma GPO.

 

3. Digite um nome para a GPO e clique em OK.

 

4. Clique com o botão direito do mouse na GPO recém-criada e selecione Editar. Navegue para:

Configuração do Computador – Políticas – Configurações do Windows – Configurações de Segurança – Firewall do Windows com Segurança Avançada – Regras de Entrada.

 

5. Clique com o botão direito do mouse em Nova Regra. Depois clique em Predefinida, logo depois selecione Gerenciamento Remoto do Windows, depois clique em Avançar, selecione apenas Gerenciamento Remoto do Windows (HTTP-In) para Perfil Domínio e Particular, para finalizar clique em Avançar e depois em Permitir a conexão, finalize clicando em Concluir.

 

 

Finalizamos a primeira parte.

6. Continue com a janela aberta e navegue para:

Configuração do Computador – Preferências – Configurações do Painel de Controle – Serviços

Clique com o botão direito do mouse em Serviços e escolha NovoServiço. Você precisa configurar a inicialização, o nome do serviço e a ação do serviço como demostrado abaixo:

 

7. Continue com a janela aberta e navegue para:

Configuração do Computador – Políticas – Modelos Administrativos – Componentes do Windows – WinRM (Windows Remote Management) – Serviço WinRM

Agora abra o Permitir gerenciamento de servidor remoto através do WinRM. Depois clique em Habilitado.

Insira os valores para os filtros IPV4 e IPV6. Se quiser que todos os computadores do seu domínio tenha permissão para estabelecer uma conexão cia WinRM, basta digitar *. Se você quiser restringir o acesso a um único computador, recomendo fornecer o endereço IP desse (s) host (s) remoto (s).

Por exemplo, se você quiser que o serviço escute somente endereços IPv4, deixe o filtro IPv6 vazio.

Os intervalos são especificados usando a sintaxe IP1-IP2. Intervalos múltiplos são separados usando uma vírgula (“,”) como delimitador.

Exemplo de filtros IPv4:\n2.0.0.1-2.0.0.20, 24.0.0.1-24.0.0.22

Exemplo de filtros IPv6:\n3FFE:FFFF:7654:FEDA:1245:BA98:0000:0000-3FFE:FFFF:7654:FEDA:1245:BA98:3210:4562

Depois clique em Aplicar e OK.

 

 

8. Agora vincule a GPO a uma UO (Unidade Organizacional) de seus computadores clientes. No meu caso seria o UO Desktops.

 

 

9. Agora devemos atualizar o gpupdate em todos os computadores clientes, clicando com o botão direito do mouse na UO em seguida em Atualização da Política de Grupo. Verificamos também com o comando gpresult /R no computador cliente.

 

10. Vamos fazer um teste conectado a um computador desktop com o Powershell usando o cmdlet Enter-PSSession. Depois verificamos com o cmdlet ipconfig para verificar o ip do computador remoto.

 

Há também um cmdlet útil para testar se tudo está funcionando bem. É chamado Test-WSMan e deve mostrar algo assim:

 

Observação: Este procedimento foi executando usando o Windows Server 2019 e Windows 10 Enterprise Versão 1903.

 

Inscreva-se no meu canal do Youtube também, já chegamos a marca de 892 inscritos!

Mais uma vez o meu muito obrigado!

Comment

Início do horário de verão no Brasil.

Com a alteração da data do início do horário de versão no Brasil por conta das eleições 2018, muitos computadores e servidores podem mostrar a hora errada, causando uma confusão nos servidores e computadores da sua empresa.

A Microsoft não perdeu tempo já lançou uma correção deste problema.  Para isso basta instalar em todos os servidores e computadores da sua empresa o patch de correção.

Link para download e maiores informações: https://blogs.technet.microsoft.com/risco/2018/10/17/horario-de-verao-no-brasil-inicia-04-de-novembro-de-2018-lista-de-kb/

Se sua empresa possui muitos computadores e servidores o ideal e ter um servidor WSUS (Windows Server Update Service) implantando. Para que não conhece o WSUS ou não sabe como implantar um servidor WSUS (Windows Server Update Service), leiam a série de artigos sobre o WSUS que foi publicado no portal Cooperati.

 

1 – O que é WSUS – Planejando sua implantação

http://cooperati.com.br/2017/06/29/o-que-e-wsus-planejando-sua-implantacao/

2 – Continuação, planejando sua implantação do WSUS

http://cooperati.com.br/2017/07/14/2-continuacao-planejando-sua-implantacao-do-wsus/

3 – Continuação, planejando sua implantação do WSUS.

http://cooperati.com.br/2017/08/04/3-continuacao-planejando-sua-implantacao-do-wsus/

4 – Continuação, planejando sua implantação do WSUS.

http://cooperati.com.br/2017/08/22/4-continuacao-planejando-sua-implantacao-do-wsus/

5 – Continuação, instalação da Função WSUS.

http://cooperati.com.br/2017/09/05/5-instalacao-da-funcao-wsus-continuacao/

6 – Continuação – Configurar o WSUS – Parte 1 – Configurar Conexões de Rede e Assistente de Configuração do WSUS.

http://cooperati.com.br/2018/01/09/6-continuacao-configurar-o-wsus-parte-1-configurar-conexoes-de-rede-e-assistente-de-configuracao-do-wsus/

Comment

Novo artigo no ar! – 6 – Continuação – Configurar o WSUS – Parte 1 – Configurar Conexões de Rede e Assistente de Configuração do WSUS.

Olá pessoal tudo bem?

Mas um artigo sobre o WSUS está no ar, no portal Cooperati.

Este é o sexo artigo da série sobre o WSUS publicado.

Sexto

Link do artigo:http://cooperati.com.br/2018/01/09/6-continuacao-configurar-o-wsus-parte-1-configurar-conexoes-de-rede-e-assistente-de-configuracao-do-wsus

Se você ainda não leu alguns desses artigos publicados sobre o WSUS, não perca
tempo, acesse os links baixo.

Primeiro


Link do artigo: http://cooperati.com.br/2017/06/29/o-que-e-wsus-planejando-sua-implantacao/


Segundo


Link do artigo: http://cooperati.com.br/2017/07/14/2-continuacao-planejando-sua-implantacao-do-wsus/


Terceiro


Link do artigo: http://cooperati.com.br/2017/08/04/3-continuacao-planejando-sua-implantacao-do-wsus/

 

Quarto

 

Link do artigo: http://cooperati.com.br/2017/08/22/4-continuacao-planejando-sua-implantacao-do-wsus/

 

Quinto

Link do artigo: http://cooperati.com.br/2017/09/05/5-instalacao-da-funcao-wsus-continuacao/

 

Então fiquem ligados!

Pois este será uma série de artigos sobre WUS.

Comment

Novo artigo no ar! Como receber notificações do Windows Server Backup.

Neste artigo publicado no Portal Cooperati você vai aprender como configurar o Agendador de Tarefas para receber notificações do Windows Server Backup.

Funciona assim:

Através dos eventos gerados pelo Windows Server Backup, você será notificado por e-mail se o backup foi concluído com sucesso ou sem sucesso, essa notificação e feita utilizando um script de Powershell.

Não perca tempo, acesse logo o artigo!

Link do artigo: http://cooperati.com.br/2017/11/16/como-receber-notificacoes-do-windows-server-backup/

Temos uma surpresa também, conteúdo extra para download!

Comment

Novos artigos no portal Cooperati publicados.

Boa noite!

Estava com problemas no meu site, por isso não estava postando nada.

Então vamos as atualizações.

Tenho dois artigos novos postados no Portal Cooperati, são eles:

Link do artigo: 5 – Continuação, instalação da Função WSUS

Link do artigo: Como atualizar o Powershell em versões mais antigas do Windows Server e Windows Cliente.

Em breve mais artigos serão postados.

No mais, continue a prestigiar o meu trabalho, fique com Deus até o próximo post.

Comment

Configuração do Serviço de integração em nuvem, Rede Virtual do Azure.

Olá pessoal, tudo bem?

Continuando nossa série de artigos e vídeos sobre as novidades do Windows Server 2016 Essentials.
Uma das novidades que mais me agradou no Windows Server 2016 Essentials,foi possibilidade de cria uma rede virtual conectada ao Azure.
Vamos explicar o que é uma Rede Virtual no Azure.

O serviço de Rede Virtual do Azure permite que você conecte com segurança os recursos do Azure usando redes virtuais (VNets). Uma VNet é uma representação da sua própria rede na nuvem. Uma VNet é um isolamento lógico da nuvem do Azure dedicada à sua assinatura.Você também pode conectar VNets à sua rede local. A figura a seguir mostra algumas funcionalidades do serviço de Rede Virtual do Azure:

Você pode conectar sua rede local a uma VNet usando qualquer combinação das seguintes opções:
VPN (rede virtual privada) de ponto a site: estabelecida entre um único PC conectado à sua rede e a VNet. Esse tipo de conexão é ótimo se você estiver começando a usar o Azure, ou para os desenvolvedores, pois exige pouca ou nenhuma alteração em sua rede existente. A conexão usa o protocolo SSTP para fornecer comunicação criptografada pela Internet entre o PC e a VNet. A latência de uma VPN ponto a site é imprevisível e criptografada, pois o tráfego atravessa a Internet.
VPN site a site:
estabelecida entre o dispositivo VPN e um Gateway de VPN do Azure. Esse tipo de conexão permite que qualquer recurso local autorizado acesse uma VNet. A conexão é uma VPN IPSec/IKE que fornece comunicação criptografada pela Internet entre o dispositivo local e o Gateway de VPN do Azure. A latência de uma conexão site a site é imprevisível, pois o tráfego atravessa a Internet.
Azure ExpressRoute:
estabelecida entre sua rede e o Azure, por meio de um parceiro de ExpressRoute. Essa conexão é privada. O tráfego não atravessa a Internet. A latência de uma conexão de ExpressRoute é previsível, pois o tráfego não  travessa a Internet e não é criptografado.
Agora que você já sabe o que é um Rede Virtual do Azure, aí você pergunta.
Qual é a vantagem de conectar minha rede local ao Azure?
 Você pode conectar vários recursos do Azure a uma VNet, como VMs (máquinas virtuais), Serviços de Nuvem, Ambientes de Serviço de Aplicativo e Conjuntos de dimensionamento de máquinas virtuais. Você pode ter por exemplo, o sistema ERP sendo executado em uma máquina virtual do Azure, um outro bom exemplo é a possiblidade de utilizar o serviço de Banco de dados SQL no Azure.
Então vamos ao vídeo aonde será demostrado de forma fácil, como criar um VNet diretamente no Windows Server 2016 Essentials, utilizando o assistente de configuração.


Vídeo:

 

Maiores informações sobre Rede Virtual do Azure acessem: https://docs.microsoft.com/pt-br/azure/virtual-network/virtual-networks-overview

Comment

Serviço de integração em nuvem com Azure Backup – Recuperar Dados.

Olá!

Vamos continuar nossa série, demonstrando os serviços de nuvem integrado ao Windows Server 2016 Essentials.
Hoje vamos demonstrar em um vídeo, de forma clara é objetiva como fazer a recuperação dos dados que foram armazenados no Azure Backup.
Com isso fechamos nossa série de como fazer um backup é também como fazer a recuperação dos dados, utilizando o Azure Backup.
Para saber mais sobre esse serviço de nuvem Microsoft, Azure Backup acesse: https://azure.microsoft.com/pt-br/services/backup/
Vídeo:
Comment

Como configurar o Serviços de intregração em nuvem, Azure Backup no Windows Server 2016 Essentials.

Nós dias de hoje, as informações
da sua empresa são o que tem de mais importante, imagina perder essas informações, seja por uma falha de um hardware, energia elétrica, infecção por vírus ou até mesmo um furto, aonde o ladrão invade sua empresa, levar o servidor com todas as informações. Sendo assim, é necessário e imprescindível que as cópias de segurança tenham atenção redobrada no dia a dia.

Para isso foi criada a norma técnica ABNT NBR ISO/IEC 27002: Regulamentação de Backup (Antiga IEC 17799), para a proteção de dados e informações de sistemas empresariais, de pequeno a grande porte.

Nível de Backup

Existem algumas formas diferentes de se fazer backups (os chamados níveis). Escolher qual usar depende de certos fatores, como a importância e a criticidade dos dados e a periodicidade em que são inseridas novas informações. Eles devem ser feitos em um disco local, em uma mídia removível e remotamente, como na computação em nuvem, por exemplo.

Azure Backup, Backup como serviço integrado à nuvem simples e confiável.

A vantagens são:

  • Solução unificada para proteger dados locais e na nuvem
  • 99,9% de disponibilidade garantida
  • Destino de backup externo confiável
  • Backups incrementais eficientes
  • Seguro – os dados são criptografados em trânsito e em repouso
  • Armazenamento de backup replicado geograficamente
 Maiores informações sobre Azure Backup acesse: https://azure.microsoft.com/pt-br/services/backup/
 Então vamos ao vídeo, aonde será demostrado de forma clara e objetiva como integrar o serviço de Azure Backup no Windows Server 2016 Essentials, executar o primeiro backup na nuvem.
Vídeo:
Comment

Instalação e configuração do Windows Server 2016 Essentials.

Todas as novidades do Windows Server 2016 Essentials foram mostradas no post anterior.

Neste vídeo demonstro de formar clara e objetiva, a instalação e configuração do Windows Server 2016 Essentials.

Demostro também, como fazer a tradução para o português do Brasil e também atualização.

Então vamos ao vídeo aonde será demostrado de formar clara e objetiva a instalação do Windows Server 2016 Essentials.


Vídeo:
Comment